Guia definitivo sobre como preparar seu RWA: o que você precisa pensar antes de lançar seu token

Guia definitivo sobre como preparar seu RWA: o que você precisa pensar antes de lançar seu token

Uma oferta de token é usada no mercado de criptomoedas para levantar fundos por meio da emissão de tokens de segurança. Ao contrário das ofertas iniciais de moedas (ICOs), que oferecem moedas ou tokens aos investidores, os RWAs envolvem a emissão de tokens que representam propriedade ou direitos financeiros em um ativo ou empresa externa.

Os ativos digitais ganharam importância no mercado de criptomoedas devido ao seu potencial de tokenizar ativos do mundo real. A Brickken facilita esse processo fornecendo tudo o que você precisa, desde a pré-fase do lançamento até os ajustes pós-lançamento.

Um lançamento pode ser dividido vagamente em três estágios.

  1. Pré-lançamento
  2. Lançamento de token
  3. Pós-lançamento

A preparação para um RWA antes de seu lançamento é crucial por vários motivos. Primeiro, a conformidade com os regulamentos de investimento e os requisitos legais é essencial para garantir um processo de arrecadação de fundos tranquilo e legal. Os RWAs geralmente envolvem a adesão às leis de valores mobiliários e às estruturas regulatórias, tornando necessário navegar por essas complexidades.

Em segundo lugar, o design cuidadoso dos tokens de segurança pode contribuir para o sucesso dos esforços de levantamento de capital. Fatores como a atribuição de direitos de voto aos tokens aumentaram as chances de sucesso em ativos digitais. Por fim, a execução profissional da oferta pode promover a conscientização geral sobre os benefícios de um mercado de RWA bem desenvolvido.

Aqui, vamos nos concentrar no que você precisa prestar atenção antes de lançar, para que você tenha a maior possibilidade de seu token ser um sucesso.

Memorando de colocação privada e Livro Branco

No contexto dos métodos de captação de recursos, os RWAs usam white papers para apresentar seus projetos a potenciais investidores. No entanto, existem diferenças notáveis entre os white papers para ICOs e RWAs.

Os white papers para RWAs se concentram em ofertas de valores mobiliários e conformidade com estruturas regulatórias relevantes. Esses white papers fornecem informações detalhadas sobre os ativos ou direitos subjacentes associados aos tokens de segurança. Eles abrangem aspectos como estrutura legal, direitos de propriedade, distribuição de dividendos, mecanismos de governança e medidas de conformidade regulatória. Os white papers da RWA geralmente enfatizam a transparência, a conformidade regulatória e a proteção do investidor para incutir confiança nos investidores em potencial.

Componentes de um white paper abrangente

  • Sumário executivo: Uma visão geral concisa do projeto, seus objetivos e a oportunidade de investimento que ele apresenta.
  • Visão geral da empresa: Informações detalhadas sobre a empresa emissora, incluindo seu histórico, estrutura jurídica e pessoal-chave.
  • Tese de investimento: Uma explicação clara da proposta de valor do projeto, da análise de mercado, das vantagens competitivas e do potencial de crescimento.
  • Descrição do token: detalhes abrangentes sobre o token de segurança oferecido, incluindo seus direitos, casos de uso e quaisquer benefícios associados.
  • Informações financeiras: Demonstrações financeiras auditadas ou revisadas, incluindo balanços patrimoniais, declarações de renda e demonstrações de fluxo de caixa. Esta seção também deve cobrir as projeções e premissas financeiras do projeto.
  • Conformidade legal e regulatória: Uma análise completa da estrutura legal e regulatória que rege o ativo digital, incluindo conformidade com as leis de valores mobiliários, regulamentações de combate à lavagem de dinheiro (AML) e requisitos de conheça seu cliente (KYC).
  • Fatores de risco: Identificação e divulgação de riscos potenciais associados ao projeto, incluindo riscos de mercado, riscos regulatórios, riscos operacionais e riscos tecnológicos.
  • Termos da oferta: Detalhes sobre a oferta em si, como o número de tokens oferecidos, preços, períodos de bloqueio, cronogramas de aquisição e quaisquer descontos ou bônus associados.
  • Uso dos rendimentos: Um detalhamento de como os fundos arrecadados serão alocados, destacando as principais despesas e investimentos.
  • Equipe e conselheiros: Informações sobre os membros da equipe do projeto, seus antecedentes, experiência relevante e quaisquer consultores notáveis que apoiam o projeto.
  • Roteiro: Um cronograma descrevendo os principais marcos, estágios de desenvolvimento e resultados esperados do projeto.
  • Apêndices: materiais de apoio adicionais, como opiniões jurídicas, contratos de compra de tokens e quaisquer licenças ou autorizações relevantes.

Confira o Livro branco da Brickken como referência, se quiser.

Tokenômica e modelo financeiro

Tokenomics se refere ao design econômico e à mecânica de um token dentro de um ecossistema baseado em blockchain. Envolve vários fatores, incluindo fornecimento de tokens, distribuição, utilidade, governança e incentivos.

Um modelo tokenômico bem projetado é crucial para um RWA, pois fornece clareza sobre como o token de segurança funcionará no ecossistema do projeto. Isso ajuda a alinhar os interesses dos investidores, partes interessadas e detentores de tokens, ao mesmo tempo em que garante que a proposta de valor e a utilidade do token sejam bem definidas. Um modelo profissional de tokenômica considera fatores como mecanismos de emissão de tokens, cronogramas de aquisição, distribuição de tokens, governança de tokens e mecanismos de valorização de valor.

Integração com o lado jurídico do projeto

O modelo tokenômico deve estar estreitamente integrado aos aspectos legais do projeto para garantir a conformidade com as leis e regulamentos aplicáveis. Essa integração ajuda a abordar considerações legais, como leis de valores mobiliários, proteção ao investidor e conformidade regulatória.

Ao trabalhar em estreita colaboração com especialistas jurídicos, a equipe do projeto pode garantir que o modelo tokenômico esteja alinhado aos requisitos legais da jurisdição na qual o RWA é conduzido. Isso inclui considerações relacionadas à classificação de valores mobiliários, isenções, credenciamento de investidores e conformidade com os regulamentos de combate à lavagem de dinheiro (AML) e conheça seu cliente (KYC).

Além disso, para aumentar a transparência e criar confiança com potenciais investidores, auditorias terceirizadas do modelo tokenômico e dos aspectos financeiros do projeto podem ser necessárias. Auditores terceirizados podem avaliar a precisão, confiabilidade e imparcialidade do modelo tokenômico e fornecer uma avaliação independente das projeções financeiras, garantindo que elas sejam baseadas em suposições razoáveis.

Site

O site do projeto desempenha um papel significativo no ponto de contato inicial para potenciais investidores. Ele serve como fonte primária de informações e porta de entrada para interagir com o projeto e sua equipe. O site deve transmitir com eficácia a proposta de valor do projeto, a oportunidade de investimento e os detalhes relevantes para capturar o interesse de potenciais investidores.

a) Conteúdo claro e envolvente: O site deve apresentar informações sobre o projeto, seus objetivos, o problema que pretende resolver e os aspectos exclusivos que o diferenciam dos concorrentes. O conteúdo deve ser conciso, envolvente e adaptado ao público-alvo.

b) Interface fácil de usar: O site deve ter uma interface de usuário intuitiva e bem projetada que permita fácil navegação e acesso a informações essenciais. Ele deve ser otimizado para diferentes dispositivos e fornecer uma experiência de navegação perfeita.

c) Equipe e conselheiros: O site deve apresentar os membros da equipe do projeto, seus antecedentes, experiência e quaisquer consultores notáveis associados ao projeto. Isso ajuda a estabelecer credibilidade e incutir confiança em potenciais investidores.

d) Livro branco: O site deve fornecer acesso fácil ao white paper do projeto, ao memorando de colocação privada e a qualquer outra documentação relevante. Esses materiais devem ser baixáveis e facilmente compreensíveis.

e) Contato e suporte: As informações de contato, incluindo endereços de e-mail e links de mídia social, devem estar prontamente disponíveis para que investidores em potencial entrem em contato com perguntas ou solicitações de informações adicionais. O suporte rápido e profissional pode aumentar a confiança dos investidores.

Processo de preparação para o lançamento do pré-token

Formação da equipe do projeto

Ao formar uma equipe de projeto para um ativo do mundo real (RWA), várias funções e responsabilidades importantes são essenciais para garantir a execução tranquila do ativo digital e o sucesso do projeto. Essas funções principais geralmente incluem:

Gerentes de projeto

O gerente de projeto supervisiona todo o processo de RWA, coordenando as atividades, definindo cronogramas e garantindo que o projeto permaneça no caminho certo. Eles são responsáveis pelo planejamento geral do projeto, alocação de recursos, gerenciamento de riscos e comunicação com as partes interessadas.

Especialistas jurídicos e de conformidade

Profissionais jurídicos e de conformidade desempenham um papel crucial para garantir que o ativo digital esteja em conformidade com os regulamentos de segurança relevantes e outros requisitos legais. Eles avaliam a conformidade do projeto com as leis de valores mobiliários, redigem os documentos legais necessários, lidam com registros regulatórios e fornecem orientação sobre procedimentos de credenciamento e conformidade de investidores.

Especialistas financeiros

Especialistas financeiros, como CFOs ou consultores financeiros, contribuem com sua experiência em modelagem financeira, orçamento e avaliação. Eles ajudam a determinar a viabilidade financeira do projeto, estruturar a oferta e fornecer informações sobre as expectativas dos investidores.

Especialistas em tecnologia

Especialistas em tecnologia, incluindo desenvolvedores e arquitetos de blockchain, são responsáveis pela implementação da infraestrutura técnica necessária para a emissão de tokens de segurança e posterior gerenciamento de tokens. Eles garantem a segurança, a escalabilidade e a funcionalidade do ecossistema tokenizado.

Especialistas em marketing

Profissionais de marketing e comunicação desempenham um papel crucial na promoção da RWA, na atração de investidores e na construção de uma imagem de marca positiva. Eles desenvolvem estratégias de marketing, criam conteúdo envolvente, gerenciam a presença nas mídias sociais e organizam esforços de divulgação.

Anunciando sua equipe

Apresentar sua equipe com antecedência, totalmente doxxed, ajuda por vários motivos.

Transparência e credibilidade: Ao apresentar os membros da equipe do projeto logo no início, o projeto demonstra transparência e estabelece credibilidade. Os investidores em potencial podem avaliar as qualificações, a experiência e o histórico da equipe, o que ajuda a criar confiança nas capacidades de execução do projeto.

Confiança dos investidores: Conhecer os principais atores por trás do projeto inspira confiança em potenciais investidores. Nomes reconhecíveis ou indivíduos com experiência relevante no setor podem atrair mais interesse e investimento.

Redes e parcerias: Anunciar os principais participantes com antecedência pode ajudar a equipe do projeto a interagir com especialistas do setor, parceiros em potencial e consultores. Isso pode levar a colaborações valiosas e acesso a recursos que aprimoram o sucesso do projeto.

Cobertura de mídia e publicidade: Divulgar a experiência e o envolvimento da equipe do projeto pode atrair a atenção da mídia e aumentar a visibilidade do projeto. Essa exposição pode gerar burburinho, atrair potenciais investidores e criar uma percepção positiva do projeto.

Que tipo de token de segurança você oferecerá

Tokens de capital

Os tokens de capital representam a propriedade ou o patrimônio de uma empresa. Os detentores de tokens de capital têm direitos de propriedade, como direitos de voto e direito a uma parte dos lucros ou dividendos. Esses tokens são semelhantes às ações tradicionais, mas são representados digitalmente em um blockchain.

Tokens de dívida

Os tokens de dívida representam um contrato de dívida ou empréstimo entre o detentor do token e o emissor. Os detentores de tokens de dívida têm o direito de receber pagamentos periódicos de juros e o reembolso do valor principal no vencimento. Os tokens de dívida podem fornecer um fluxo de renda fixa aos investidores.

Tokens utilitários

Embora os tokens utilitários sejam frequentemente associados a tokens utilitários ou não de segurança, eles também podem ter recursos de segurança. Os tokens utilitários concedem acesso a um produto ou serviço dentro do ecossistema do projeto. Em alguns casos, os tokens utilitários podem ter características de segurança, como recursos de participação nos lucros ou compartilhamento de receita.

Determinando a função do token

Valor da utilidade

Se o token tiver valor de utilidade, ele deverá fornecer benefícios tangíveis dentro do ecossistema do projeto. Isso pode incluir acesso a bens, serviços ou recursos exclusivos que criam demanda pelo token.

Participação nos lucros ou na receita

Se o token representar um título, ele pode fornecer aos investidores mecanismos de participação nos lucros ou na receita. Isso permite que os detentores de tokens participem do sucesso financeiro do projeto por meio de dividendos, distribuições de receita ou recompra de tokens.

Governança e direitos de voto

Os tokens podem conceder aos detentores direitos de governança, permitindo que eles participem dos processos de tomada de decisão, como votar em propostas de projetos, atualizações de protocolos ou mudanças na economia de tokens.

Liquidez

Oferecer opções de liquidez para detentores de tokens, como a capacidade de negociar em mercados secundários ou participar de recompras de tokens, pode aumentar a atratividade do token para os investidores.

Conformidade com os regulamentos de segurança

Os tokens de segurança estão sujeitos a regulamentos federais de segurança, que visam proteger os investidores e garantir a integridade do mercado. Nos Estados Unidos, a principal estrutura regulatória que rege os tokens de segurança é a Lei de Valores Mobiliários de 1933 e a Lei de Valores Mobiliários de 1934, administradas pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC). Esses regulamentos exigem que as ofertas de tokens de segurança cumpram os requisitos de registro ou isenção, dependendo do tipo de oferta e da natureza dos investidores envolvidos.

Outras jurisdições podem ter seus próprios regulamentos de valores mobiliários, como a Diretiva de Mercados de Instrumentos Financeiros da União Europeia (MiFID II) ou as diretrizes da Autoridade Supervisora do Mercado Financeiro Suíço (FINMA) sobre vendas de tokens.

Seguir as regulamentações legais é de suma importância para os ativos digitais, a fim de garantir credibilidade e segurança aos investidores.

OUR TOKENIZATIONS TRACKER
OUR TOKENIZATIONS TRACKER